Vírus mayaro: A nova ameaça do mosquito Aedes aegypti

0
143

Após a descoberta de um caso de febre hemorrágica em um menino de oito anos na zona rural do Haiti, pesquisadores da Universidade da Flórida, nos Estados Unidos, anunciaram ter encontrado no país caribenho um caso inédito da doença, cujas características são muito similares aos da chikungunya.

Antes, o vírus era transmitido apenas por mosquitos vetores silvestres e agora, aparentemente, pode ser transmitido por mosquitos vetores urbanos que já estão espalhados pelo mundo, como o Aedes aegypti. Os sintomas são muito similares aos da chikungunya: erupções na pele, febre e dores nas articulações.

Nos dois casos, os efeitos são mais prolongados do que em paciente com dengue e zika, chegando a durar de seis meses a um ano. O Ministério da Saúde detalhou em seu site informações sobre a febre do mayaro. Trata-se de uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus que pode causar uma doença de curso benigno semelhante à dengue. Normalmente, após uma ou duas semanas, o paciente se recupera completamente. Não há existe uma vacina disponível atualmente.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA