Audiência Pública discute crise hídrica em Rio do Antônio

0
69

A construção do Açude de Truvisco, no Alto Rio do Antônio, em Caculé, cujo propósito é perenizar o Rio do Antônio, tem acentuado o conflito pelo uso da água. A estiagem prolongada no Médio Rio do Antônio começa a trazer previsões dramáticas para os municípios de Rio do Antônio e Guajeru. Estima-se que só haverá água disponível para o abastecimento nos próximos dois meses.

Nesse sentido, a Câmara de Vereadores de Rio do Antônio realizou uma audiência pública recentemente a fim de discutir as causas da crise hídrica no município. A audiência contou com a participação de representantes da prefeitura, Embasa, Modera, Contag, Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável e de populares.

Na oportunidade, o coordenador do Modera, Capitão Henrique Moreira Rocha e o Secretário Geral, Jorge Valério Rocha Gomes, propuseram a convocação de uma reunião extraordinária da Comissão Gestora de Truvisco para deliberar a abertura da comporta do Açude e representação no Ministério Público, caso a demanda não seja atendida. A Câmara de Rio do Antônio colocou em votação a segunda proposta, que foi aprovada pelo plenário da audiência. A Agência Nacional de Águas realizará uma reunião em Rio do Antônio, no próximo dia 04 de maio, para tratar da alocação da água de Truvisco. Fonte Brumado Notícias

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA