Cuidado com os exageros, pisca-pisca pode causar curto-circuito e até incêndios

0
285

O pisca-pisca virou item essencial na decoração natalina das residências. A vontade de deixar a casa com mais realce muitas vezes pode acarretar em exageros e erros, que têm como possíveis consequências pequenos choques elétricos até incêndios de grandes proporções.

O programa Casa Segura, criado pelo Instituto Brasileiro do Cobre, alerta para esse perigo e dá dicas de prevenção para evitar que a magia do Natal se torne um pesadelo. Confira as dicas. Cuidados na hora de instalar pisca-pisca:

1. Escolha bem os cordões de luz, mangueiras e lâmpadas pisca-pisca. Verifique se são certificados pelos institutos controladores de qualidade. Prefira as mangueiras que possuem lâmpadas internas e que evitam o contato direto durante o manuseio.

2. Antes de instalar, principalmente se as lâmpadas já foram utilizadas em anos anteriores, verifique suas condições gerais e preste atenção nas emendas. Tudo deve estar protegido com fita isolante de boa qualidade.

3. Siga todas as instruções do fornecedor. Compre um produto que tenha o manual na língua que domina.

4. Verifique se a voltagem das lâmpadas é compatível com a voltagem da tomada.

6. Ligue o equipamento na tomada após a conclusão da montagem. Isso evitará acidentes. Em geral, apenas um cordão deve ser ligado em cada tomada. Para ligar mais de um cordão, certifique-se de que a tomada e a fiação elétrica do local têm capacidade para receber essa carga.

7. Não encoste na fiação e não substitua lâmpadas queimadas com o cordão ligado.

8. Para enfeitar exteriores (fachadas, jardins, varandas e grades), o cuidado deve ser redobrado. A umidade e a presença de água são fatores que elevam bastante a probabilidade de acidentes.

9. Não instale as lâmpadas próximas da rede pública de energia.

10. Se ao instalar o cordão for preciso realizar alguma modificação na instalação, contrate um profissional habilitado. Fonte Ig

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA